Esta é a nossa caixa para presentes feita de MIRITI. Ela comporta 4 barras de chocolates (NÃO acompanha os chocolates)

O miriti é conhecido como sendo "o isopor natural da Amazônia".

Ele é 100% biodegradável e biossustentável, pois não é necessário derrubar a palmeira do Buriti (ou miritizeiro, como é conhecida na região), da qual é originário, para ser feito. 

Feita na cidade de Abaetetuba no Pará, conhecida por ser a "capital do miriti", as caixas são feitas uma a uma, manualmente, por artesãos que fazem basicamente tudo com esta fibra, mas principalmente brinquedos para crianças comercializados especialmente no período de outubro, quando ocorre o Círio de Nazaré.

O Buriti ou Miritizeiro é chamada pelos paraenses como "árvore santa" ou sagrada, por sua importância na vida de muitas comunidades tradicionais que aproveitam toda a árvore, tendo o cuidado de manejá-la de forma sustentávem, sem derrubá-la. O fruto é utilizado para a alimentação e para obtenção de óleo, a palha para a construção das cabanas, a fibra para a confecção de redes com e os braços e a bucha se faz a fibra conhecida como o isopor da Amazônia, para a produção de brinquedos e o que mais a imaginação quiser!

Nós da Luisa Abram queremos que você conheça mais esta dádiva que a natureza nos dá e que estimula a economia local e sustentável!

Caixa de Miriti

R$45,00
Caixa de Miriti R$45,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Esta é a nossa caixa para presentes feita de MIRITI. Ela comporta 4 barras de chocolates (NÃO acompanha os chocolates)

O miriti é conhecido como sendo "o isopor natural da Amazônia".

Ele é 100% biodegradável e biossustentável, pois não é necessário derrubar a palmeira do Buriti (ou miritizeiro, como é conhecida na região), da qual é originário, para ser feito. 

Feita na cidade de Abaetetuba no Pará, conhecida por ser a "capital do miriti", as caixas são feitas uma a uma, manualmente, por artesãos que fazem basicamente tudo com esta fibra, mas principalmente brinquedos para crianças comercializados especialmente no período de outubro, quando ocorre o Círio de Nazaré.

O Buriti ou Miritizeiro é chamada pelos paraenses como "árvore santa" ou sagrada, por sua importância na vida de muitas comunidades tradicionais que aproveitam toda a árvore, tendo o cuidado de manejá-la de forma sustentávem, sem derrubá-la. O fruto é utilizado para a alimentação e para obtenção de óleo, a palha para a construção das cabanas, a fibra para a confecção de redes com e os braços e a bucha se faz a fibra conhecida como o isopor da Amazônia, para a produção de brinquedos e o que mais a imaginação quiser!

Nós da Luisa Abram queremos que você conheça mais esta dádiva que a natureza nos dá e que estimula a economia local e sustentável!